Orçamento de Produção em Viagem

Por instituto LCA 11/09/2020

Pra você, que chegou agora, estamos nos debruçando nos processos de produção de uma gravação/filmagem em viagem. A análise tem como base as filmagens de uma sequência de cenas da Batalha do Paraguai. No último artigo aprovamos a locação no Rio Grande do Sul e fizemos uma visita de reconhecimento aos locais de gravação.

Nossa tarefa agora será montar um orçamento dos custos de produção com base na encomenda artística. Saber quanto custa o projeto é essencial para viabilizá-lo.

Vamos lembrar que nossa equipe está baseada, por hipótese, no Rio de Janeiro e que todos os integrantes deverão se deslocar para o Sul, assim como todos os insumos necessários aos departamentos para que as gravações aconteçam: materiais de arte e cenografia, figurinos, equipamentos técnicos e tudo mais.

O passo número um do orçamento é você conhecer as premissas que o permeiam, quais sejam:

1- Quantas pessoas viajam?

2- Quantos terceiros serão contratados no local?

3- Quantos figurantes?

4- Quantos dias de gravação, deslocamento, preparação e folga teremos?

5- Quantos dias totais de viagem?

E porque as premissas são importantíssimas? Para que possamos quantificar os gastos. O número de pessoas te diz a quantidade de insumos a serem contratados. Quantos vão viajar, se alimentar, ser transportados e por quantos dias, por exemplo.

Com essas informações fechadas, começamos a orçar todas as necessidades: transporte aéreo, hospedagem, alimentação, transporte de set, caminhões para levar os materiais, seguro, equipes locais, locação, infraestrutura de set, segurança, entre outros. Todos os gastos na pré-produção, como viagem de locação, preparação e desprodução, também devem estar contemplados no orçamento.

Quem orça deve conhecer o projeto a fundo. Conhecer cada necessidade e contemplá-la no orçamento. Após aprovado, esse orçamento se torna um documento a ser seguido. A ideia é que se faça um controle estrito dos gastos para assim cumprirmos a meta aprovada.

É essencial que o produtor esteja alinhado com as necessidades dos departamentos. Pautar reuniões e ouvir cada área é importante para atender suas necessidades. Entendendo toda dinâmica que envolve a realização daquela área específica, você estará apto a oferecer e atender as melhores soluções que viabilizem a entrega.

Para além, existe sempre a possibilidade de haver contingências. Questões que podem ocorrer e alterar as premissas de que falamos acima. Uma contingência é um acontecimento não previsto que pode alterar o cronograma e acarretar atraso nas gravações. E qualquer dia a mais de gravação, por motivo de chuva, doença de ator/atriz ou qualquer outra variável, altera o orçamento.

Se tal ocorrer, é fundamental entender esse impacto para se verificar como cobrir um custo a mais. É importante envolver a direção na tomada de decisões para que juntos considerem as possibilidades.

Se o orçamento incluiu um valor para contingência, esse impacto será menor. Mas é cada vez mais raro se aprovar um orçamento com custo de contingência incluído devido a realidade de que esses eventos já são extremamente caros.

O valor do orçamento de produção é um montante que está inserido num budget maior, global, do filme, da novela, enfim, do produto audiovisual. A realização desses grandes eventos é um investimento artístico e de produção, uma vez que esses cenários outdoor trazem riqueza de imagem e são importantes para o projeto. Cuidar das contas orçadas é uma grande responsabilidade e o compromisso com o controle dos gastos deve ser uma meta de todos.

No próximo artigo, nosso assunto será infraestrutura de produção. Toda a base por trás de uma equipe de 200 pessoas. Onde elas se hospedam, onde comem, como chegam no set...e por aí vai. Esperamos vocês!

107 visualizações