Efeitos Visuais no Brasil - O garimpo

Por instituto LCA 29/08/2020

Por inúmeras vezes, numa reunião de leitura de roteiro com a equipe, durante a produção de uma novela, esbarrei com dificuldades de orçamento, algo normal até pra quem não faz TV. Porém, dentro dos efeitos visuais as expectativas sempre têm como referência, por exemplo, o último filme de herói de Hollywood, ganhador do Oscar, mas com a “verba de Malhação” disponível para gastar (era assim que, na Globo, nos referíamos aos projetos com baixo orçamento). Buscar alternativas dentro dos efeitos visuais que possam contar a história de forma que não comprometa o orçamento faz também parte do nosso trabalho.

Basicamente, administramos a captação do material de maneira a gerar imagens que contribuam para o resultado visual final. Isso nos dá a dimensão da complexidade de cada cena e do tempo que necessitaremos na pós-produção. Por essas e outras, principalmente para dimensionar, aplicar e gerir os recursos com eficiência, defendo a presença constante de um supervisor de efeitos visuais no set de filmagem, acompanhando as ações do diretor e lhe oferecendo soluções.

Com as demandas de correções em pós produção e pensando em viabilizar as filmagens de mais cenas por dia, tornou-se mais econômico manter esse profissional na equipe fixa e isso garantiu maior eficiência também na pós produção. Mesmo quando o projeto não é visto como um filme de “efeito”, o profissional de efeitos visuais é importante no set para, por exemplo, evitar a refilmagem de uma sequência por conta do “vazamento” de um microfone em cena. “Apagar” um microfone na pós pode ser muito mais produtivo e eficiente do que refilmar uma sequência na qual o ator ou a atriz tenha conseguido entregar a emoção que a cena pedia.

Falando em filme de efeito, podemos afirmar, hoje, que uma equipe de pós dedicada a efeitos visuais é indispensável num longa metragem. Além das pequenas correções para não comprometer a diegese (o espaço da ficção - aquele lugar mágico e paralelo, onde o filme acontece), é muito comum, entre outros, a equipe de efeitos visuais contribuir para o ajuste de cores, a criação de créditos de abertura e encerramento temáticos, as passagens de tempo e as composições por backlot - quando acrescentamos elementos reais ou virtuais pra dar profundidade a um cenário em estúdio ou externa.

Recentemente assistimos a Two Popes, produção original da Netflix, dirigida pelo brasileiro Fernando Meireles. À primeira vista, um filme sem efeitos. Só que não! Confira aqui (https://vimeo.com/348790714) como os efeitos visuais podem te surpreender!

101 visualizações